Vereadores pedem aumento do número de vagas para farmacêuticos nas unidades de saúde de Manaus

Os vereadores Marcelo Serafim (PSB) e Coronel Gilvandro Mota (PTC) entraram com pedidos junto à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM) para que se encaminhe ao prefeito da cidade, Arthur Neto (PSDB), uma indicação para o aumento de vagas de profissionais farmacêuticos em unidades de saúde do município.

Para que haja alteração na quantidade de vagas, é necessária a modificação da Lei 1.222/2008, que dispõe sobre o quadro de funcionários da Saúde, o que só pode ser feito através de indicação da CMM.

Na última segunda-feira, 17/12, o vereador Marcelo Serafim fez a indicação à Mesa Diretora. Além da ampliação do quadro de farmacêuticos, o parlamentar também requere a criação do cargo de auxiliar de farmácia. 

No documento, o parlamentar ressalta que "hoje, o paciente atendido nas unidades do município, muitas vezes não tem suas prescrições atendidas porque inúmeros medicamentos, como antibióticos e medicamentos controlados, não são disponibilizados devido a ausência de farmacêuticos suficientes em nossa rede assistencial". 

O Plano de Cargos, Carreiras e Salários limita o número de profissionais de 110. O vereador requer o aumento em pelo menos 117 e 189 vagas para o cargo de auxiliar de farmácia.

Gilvandro Mota

Em setembro deste ano, o vereador Gilvandro Mota havia feito a indicação à Mesa Diretora. Em seu pedido, ele ressalta que a Lei 13.021/2014 determina que a Farmácia tenha um profissional farmacêutico atendendo durante o funcionamento de um estabelecimento. 

"Atualmente, a cidade enfrenta problemas relacionados à falta de profissionais de farmácia nas Unidades Básicas de Saúde, sendo os mesmos imprescindíveis", destaca o parlamentar, ao defender que a ampliação do quadro é essencial. 

Reunião

Na última semana, o diretor-presidente do CRF-AM, Jardel Inácio, e a diretora vice-presidente, Luana Santana, estiveram reunidos com o secretário municipal de Articulação Política, Luiz Alberto Carijó, e com os vereadores.